Carregando...

Para agendar uma consulta para o tratamento de interesse, preencha os campos abaixo com seus dados e aguarde o contato e a confirmação da data.

Estudo com o objetivo de estimar os benefícios econômicos da introdução da vacina da dengue no Brasil

Estudo com o objetivo de estimar os benefícios econômicos da introdução da vacina da dengue no Brasil

Foi publicado na edição da JBES de Abril, um estudo com o objetivo de estimar os benefícios econômicos da introdução da vacina da dengue no Brasil, bem como seu potencial impacto em saúde pública.

Ao longo de 10 anos sob a perspectiva da sociedade brasileira, dependendo do tamanho da população coberta pela campanha – 10 a 16 anos ou 10 a 25 anos - seriam evitados:

o   De 9,2 a 14,9 milhões de casos;

o   De 3,2 a 5,2 mil mortes;

o   De 399 a 641 mil hospitalizações.

Em termos econômicos, considerando a perspectiva da sociedade brasileira como um todo, neste mesmo período, a vacinação promoveria uma redução de R$ 4,7 a R$ 7,3 bilhões dos custos associados à dengue.

Variações da vacina contra dengue

Atualmente apenas uma vacina foi licenciada no Brasil, a desenvolvida pela empresa francesa Sanofi Pasteur. Ela é feita com vírus atenuados e é tetravalente, ou seja, protege contra os quatro sorotipos de dengue existentes. Ela possui a estrutura do vírus vacinal da febre amarela, o que lhe dá mais estabilidade e segurança.

Vacinas com o vírus atenuado são aquelas que diminuem a periculosidade do vírus, garantindo que ele não cause doenças, mas sejam capazes de gerar resposta imunológica, fazendo com que o organismo da pessoa reconheça o vírus e saiba como atacá-lo quando a pessoa for exposta a sua versão convencional.

Esta vacina só é capaz de prevenir contra o vírus da dengue, não garantindo imunização contra outras doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, como o Zika vírus e a febre chikungunya.

A dengue é uma epidemia e está disseminada em mais de 100 países, o que representa metade da população mundial.

Existem quatro tipos de dengue, pois o vírus causador da dengue possui quatro sorotipos: DEN-1, DEN-2, DEN-3 e DEN-4. A infecção por um deles dá proteção permanente para o mesmo sorotipo, mas imunidade parcial e temporária contra os outros três.

A vacina contra dengue da Sanofi Pasteur só pode ser aplicada no Brasil em pessoas de nove a 45 anos, faixa etária que representa 70% dos casos de dengue no Brasil. Além disso, os testes da vacina foram feitos nessa faixa etária e a segurança da vacina foi comprovada nesses indivíduos.